KIKITO É NOMEADO RELATOR DE CPI PARA APURAR DESVIOS NO SIMPAS

KIKITO É NOMEADO RELATOR DE CPI PARA APURAR DESVIOS NO SIMPAS

 O Vereador Carlos Roberto (KIKITO), foi indicado na sessão ordinária da Câmara Municipal de Barbacena do dia 02 de março de 2010 como Relator da CPI Comissão Parlamentar de Inquérito que vai apurar os desvios do Sistema Municipal de Previdência do Servidor Público de Barbacena. A Comissão será coposta ainda pelos vereadores Luiz Gonzaga de Oliveira e Eduardo Lima Sad. Kikito ressaltou: Precisamos dar uma resposta ao povo de Barbacena e viabilizar que sejam identifados os responsáveis por esse desvio o mais rápido possível, não podemos admitir que uma pessoa ou grupo de pessoas possam ter subtraído dos cofres daquela instituição recursos destinados a manutenção de aposentadorias dos servidores públicos de Barbacena. Sabemos que estamos entrando em um campo muito perigoso, mas coragem não há de faltar para que possamos aprofundar no assunto e abrir a "caixa preta" que foi formada e que imperava até então no silêncio. Barbacena não pode continuar sendo o paraíso do "rouba e não se apura" ou "rouba e não se pune". Esperamos incluvise numa das vertentes da Comissão apurar a possibilidade de retorno desses recursos aos cofres do SIMPAS". A Comissão deve iniciar os trabalhos ainda essa semana e entre as proposições que o Vereador pretende apresentar, constam inclusive a convocação de servidores municipais e a solicitação de documentos que possam esclarecer os fatos. "Precisamos também descobrir o que aconteceu nos saques realizados na Caixa Econômica Federal, sabemos que centenas de cheques foram pagos na "boca do caixa" estando apenas com uma assinatura. A Polícia Civil de Barbacena no ano passado encaminhou os dados para a Polícia Federal que ainda não se manifestou sobre o caso. Segundo informações e apuração realizada o desvio era realizado no desconto do Imposto de Renda dos servidores; mas Kikito acredita que outras questões possam estar envolvidas no caso. O objetivo da Comissão é no prazo de 90 dias estar com documentos em mãos e com um relatório que possa ajudar na elucidação dos fatos. Vale lembrar que no ano passado quando uma comissão especial acompanhou o caso (Kikito também fez parte daquela Comissão), houve inclusive uma "invasão" na sede do SIMPAS, de onde não se sabe ainda se foram subtraídos documentos, mas temos a certeza de que alguns chegaram a ser destruídos. Kikito afirmou novamente que não acredita no envolvimento de apenas uma pessoa: "podemos estar lidando com uma "quadrilha" que se beneficiou dos recursos. Acredito que o rombo ultrapasse a casa dos 2 milhões de Reais; a Câmara não poderia ficar inerte diante da situação, demos um passo importante, o próximo momento será de trabalhar muito para juntar documentos e investigar a fundo".

Procurar no site

© 2011 Todos os direitos reservados.

Danilo Turqueti de Souza DTSk8